Defesa de mãe que abandonou filho no lixo diz que "provavelmente" vai recorrer

A jornalista Daniela Rodrigues esteve esta quarta-feira no Campus de Lisboa, onde se conheceu a sentença de Sara Furtado, a mulher que abandonou o filho recém-nascido no lixo.

Em tribunal foi provado, com recurso a imagens de vídeovigilância e testemunhos, que Sara mentiu sobre o dia e a hora em que abandonou o bebé.

A defesa da condenada afirmou que vai analisar o acordão e que "provavelmente" pode existir um recurso.

Sobre "Notícias"