“Desinfeto sempre os sapatos e coloco a arejar a roupa que levo à rua. É suficiente?”

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, lembra que o principal foco de contaminação não são peças de vestuário nem objetos, mas sim as mãos. Na opinião do especialista mais importante do que a preocupação com a roupa é a higienização regular das mãos.

Sobre "Covid-19: Consultório"