Desvio do septo nasal afeta 85% dos portugueses. Rinoplastia é a única solução

O principal sintoma provocado pelo desvio do septo nasal é a dificuldade em respirar pelo nariz, mas existem outras queixas frequentes como dores de cabeça, formação de crostas e sangramentos nasais recorrentes.

O cirurgião plástico David Rasteiro explica que a única solução para esta condição patológica é uma rinoplastia, que é capaz de devolver ao paciente uma boa função respiratória.

O septo é o cerne da estrutura nasal e importantíssimo na questão respiratória. É algo que só se consegue resolver de uma forma delicada através de uma cirurgia”, explica.

Sobre "Diário da Manhã"