Dezenas de doentes angolanos, incluindo crianças, não têm o que comer

Quase 60 angolanos a fazer tratamentos médicos em Portugal estão a passar por dificuldades. No grupo estão mulheres e crianças.

Há meses que não recebem os apoios financeiros da embaixada de Angola e, agora, a pensão onde estão instalados cortou a alimentação.

Sobre "Notícias"