Diagnóstico de meningite "excluído" no caso da menina que morreu no Hospital do Funchal

Pediatra Manuel Pedro, responsável pelo serviço de pediatria do Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, frisa que o diagnóstico de meningite está excluído no caso da criança que morreu na sala de triagem do hospital.

A menina de oito anos tinha sido observada na urgência no dia anterior e voltou à unidade hospitalar encaminhada pelo centro de saúde de Machico, onde os pais a levaram perante o agravamento dos sintomas.

Médicos dizem que tinham uma infeção respiratória, mas a criança acabou por morrer no local. 

Sobre "Notícias"