Dívidas aos privados colocam cirurgias em espera em risco

Os hospitais privados ameaçam cancelar as cirurgias de doentes em lista de espera, por falta de pagamento do Serviço Nacional de Saúde. O Ministério da Saúde confirma uma dívida aos privados de 22 milhões de euros até maio. Um hospital em Lisboa, por exemplo, tem a receber mais de 6 milhões de euros, por ter feito mais de 3 mil operações.