Doente crónico acusa hospital de lhe dificultar acesso a medicamento

Um doente crónico de Sernancelhe acusa o Hospital de Viseu de levantar problemas cada vez que é preciso um medicamento receitado no próprio hospital. O fármaco é questão de vida ou morte e receitado, todos os meses, desde há três anos.

Sobre "Jornal da Uma"