“E se fossem as vossas filhas ou filhos a estarem no meu lugar?”

 “Se fossem as vossas filhas ou filhos a estarem no meu lugar?”
Ângela teve a palavra final e dirigiu-se aos deputados que vão discutir o tema no Parlamento. A protagonista de “Amor Sem Fim” pede aos intervenientes da Assembleia da República que se coloquem no seu lugar, que pensem o que gostariam que fosse feito se este problema acontecesse com um dos filhos ou filhas.

Sobre "Alexandra Borges"