E-Toupeira: funcionário judicial garante à TVI estar inocente

Júlio Loureiro, um dos funcionários judiciais arguidos no processo, está acusado de 70 crimes. À TVI disse nunca ter acedido a qualquer processo judicial, nem ter realizado qualquer busca na base de dados CITIUS.