"Empresário da sucata" condenado por fraude fiscal

Manuel Godinho foi condenado a 4 anos de prisão com pena suspensa num caso de fraude fiscal. O empresário da sucata que ficou conhecido por ser o principal arguido do processo Face Oculta, retirou 56 mil euros de uma empresa para fugir ao pagamento de impostos.