Escutas tramam barão do PSD por corrupção

A Polícia Judiciária do Porto tem no processo da operação Rota, entre outras provas, escutas telefónicas obtidas ao longo de vários meses que entende serem altamente comprometedoras para Álvaro Amaro, por recebimento de subornos da empresa de transportes Transdev. A TVI sabe que, por isso, os investigadores sugeriram ao Ministério Público que o barão do PSD, que está a aguardar pela tomada de posse como eurodeputado, fosse detido na operação do último dia 12.