André Carvalho Ramos, autor da reportagem, considera estranho que a GNR, aparentemente, não tenha conhecimento do caso do Coronel Rui Barreiros, mas que, no entanto, tenha sido informada da posição das Nações Unidas