Falta de operacionais fecha 11 escolas em Canelas

Foram 3400 alunos que ficaram sem aulas esta quarta-feira, devido à ausência de assistentes operacionais. No agrupamento de Canelas, 13 funcionários estão em falta, oito deles por ausência prolongada.

O corpo não docente esteve reunido em plenário e ameaça avançar com um pré-aviso de greve caso a situação não seja resolvida até ao fim da semana.

Trabalhadores estão na disposição de fechar a escola até que o Governo resolva o problema", adiantou Orlando Gonçalves, representante de um dos sindicatos.

O diretor do agrupamento de escolas de Canelas admite a substituição dos funcionários que tenham licenças superiores a 30 dias, naquilo que considera poder ser uma medida "inédita".

Sobre "Jornal da Uma"