Filha e genro acusados de matar professora tentam evitar julgamento

Diana Fialho e o marido, Iuri Mata, acusados de assassinarem Amélia Fialho, no Montijo, em setembro, alegam que não há relalório da autópsia