Fingia que casas eram dele e ficava com dinheiro da venda

A Polícia Judiciária de Vila Real deteve um homem, de 42 anos, suspeito da prática dos crimes de burla qualificada e falsificação de documentos. O homem apropriou-se de cerca de meio milhão de euros.