Focos de infeção desconhecidos: “É um número perfeitamente anormal. É uma questão de organização”

Em Portugal, as autoridades de saúde apenas conhecem a origem de 18,6% dos casos de covid-19.

Paulo Paixão, presidente da Sociedade Portuguesa de Virologia, garante que este “é um número perfeitamente anormal”.

O especialista lembra que as equipas de saúde pública sempre tiveram uma escassez de profissionais, que se está a evidenciar num cenário pandémico, tal como a falta de organização institucional nacional.

Sobre "Segunda Vaga"