“Foi uma frustração enorme e um sentimento de injustiça incrível”

Ana Piedade, impulsionadora do movimento Verdade, considera que vale a pena levar este tipo de casos até ao Parlamento, para se tentar mudar alguma coisa. Admitiu que foi pedida a impugnação dos votos do Bloco de Esquerda, por considerarem que Sandra Cunha, que conduziu o processo e que faz parte de uma associação de adoções internacionais, “eticamente não deveria ter sido a pessoa a liderar este projeto e a inquinar os votos do Bloco de Esquerda”. Disse ainda que o despacho de arquivamento “é miserável” e acrescenta “é um despacho de arquivamento que não investiga nada do que deveria investigar”

Sobre "Alexandra Borges"