Forças de segurança estão a trabalhar “no limite”

Os profissionais das forças de segurança dizem estar a trabalhar no limite.

PSP e GNR denunciam a falta de efetivos e o envelhecimento dos quadros que dificultam cada vez mais as operações nos sucessivos estados de emergência.

Sobre "Jornal das 8"