Francisco vem como peregrino e não em visita de Estado

O Papa Francisco vem como peregrino e não em visita oficial de Estado. Assim sendo, a vinda de Francisco a Portugal não pressupõe amnistia papal. A última amnistia foi concedida em 1991 com o Papa João Paulo II.