Funcionária da TAP foi detida em flagrante delito e é suspeita de tráfico humano

Mulher de 31 anos, que trabalhava nos escritórios da TAP em Luanda, foi detida no aeroporto de Lisboa acompanhada por duas mulheres e duas crianças sem documentação. 

Sobre "Notícias"