Furto de armas da PSP: Ministério Público acusa 12 pessoas

O Ministério Público acusou 12 pessoas no caso das 55 pistolas Glock furtadas do armeiro da Direção Nacional da PSP, em Lisboa.

A TVI teve acesso ao despacho de acusação, em que o principal arguido é o agente da Polícia de Segurança Pública responsável pelo armeiro entre 2015 e 2017