Garcia de Orta acionou empresas de recrutamento para contratrar ortopedistas

Uma empresa de recrutamento na área da saúde está a oferecer mil euros a quem indicar um médico ortopedista que assine contrato com o Hospital Garcia de Orta, em Almada. Uma prática que a Ordem dos Médicos considera ilegal.

Os sindicatos alertam o Governo para a necessidade de privilegiar os concursos públicos em vez da contratação através de empresas privadas.