O Instituto Nacional de Estatística chumbou a pergunta sobre a origem étnico-racial nos censos. Um grupo de trabalho formado pelo governo tinha recomendado a pergunta para o censo de 2021.