Há menos alunos, professores e computadores no ensino básico

O Estado gastou em educação no ano passado mais 253 milhões de euros, um aumento de 3% em relação a 2017.

Porém, se o valor for comparado com dados de 2009, a despesa caiu 8%, na ordem dos 700 milhões de euros. 
 
No que diz respeito a recursos para aprendizagem, o relatório sobre o estado da educação indica que : "o número de computadores existentes nas escolas do continente tem vindo a decrescer globalmente, independentemente da natureza do estabelecimento de ensino, registando em 2017/2018 uma quebra de 28% relativamente ao ano de 2015/2016".
 

Sobre "Jornal da Uma"