Há novos desenvolvimentos no caso do hacker português detido na Hungria

A TVI sabe que se Rui Pinto aceitar ser extraditado para Portugal e colaborar com a Polícia Judiciária, poderá ser protegido com um estatuto especial e entrar para o programa de proteção de testemunhas. A defesa não se pronuncia sobre esta possibilidade, mas confirmou à TVI que o Tribunal Superior de Budapeste se prepara para decidir se Rui Pinto fica em prisão domiciliária ou em preventiva.