Hospitais alertam para "ponto crítico" com greve dos enfermeiros

Sindicatos não recuam e garantem que só se realizarão cirurgias em casos graves e urgentes