Apesar de ter tomado uma decisão, o Hospital decidiu não a divulgar por respeito à privacidade da menina. O padastro está em prisão preventiva e a mãe da criança foi hoje constituída arguida. terá de explicar porque razão não denunciou o crime