Paula Neves, médica do INEM, garante que, até agora, 39 pessoas tiveram de ser assistidas e que 15 dos 16 feridos sofreram ferimentos ligeiros.