Irregularidades denunciadas pela TVI já resultaram em quatro arguidos

Suspeitos terão declarado como habitação permanente casas que não foram atingidas pelas chamas do trágico incêndio de Pedrógão Grande, em junho de 2017. Na reportagem da TVI, suspeitos e familiares admitiram mesmo ter mentido por indicação de responsáveis da autarquia.