José Manuel Jara: "A prática da eutanásia não corresponde a um ato de medicina"

O antigo diretor-geral da Saúde, Constantino Sakellarides, considerou que um entendimento sobre a eutanásia, iria promover melhores cuidados continuados.

Em debate na 21.ª Hora, o psiquiatra José Manuel Jara discordou totalmente e defendeu a tese de que um médico não pode ajudar uma pessoa a morrer, seja em que circunstâncias for, sob pena de estar a violar o código deontológico.

Sobre "21ª Hora"