Juíza diz que Rosa Grilo mostrou uma frieza de ânimo "que nunca tinha visto"

O Tribunal de Loures condenou esta terça-feira Rosa Grilo a 25 anos de cadeia pela morte do marido, o triatleta Luís Grilo.

O amante, António Joaquim, foi condenado a dois anos de pena suspensa por posse de arma proibida

A jornalista da TVI, Vânia Ramos, assistiu à leitura da sentença no Tribunal de Loures.

Vânia Ramos avançou ainda que a juíza disse que Rosa Grilo mostrou uma frieza de ânimo "que nunca tinha visto" e que "parecia que a arguida estava a falar de um filme e não da sua própria vida".

De acordo com a jornalista, a arguida Rosa Grilo entrou na sala de tribunal "sorridente" e esteve à conversa com a advogada de defesa.

Já António Joaquim, esteve sempre em silêncio na sala de audiências, "cabisbaixo e sem olhar nos olhos das outras pessoas".