Lajes Confidencial: base dos EUA nos Açores albergou 32 bombas atómicas

Numa altura em que Cabo Verde abre a porta à influência americana no Atlântico Sul, a investigação da TVI tem dado conta de como a Base das Lajes foi estratégica para os interesses das várias administrações americanas. A Base das Lajes albergou pelo menos 32 bombas atómicas durante grande parte da Guerra Fria.

A explosão de uma só dessas armas no centro de Lisboa mataria cerca de 16 mil pessoas imediatamente. E muitas mais depois, por causa da radiação. As bombas serviriam para atacar submarinos soviéticos em caso de conflito.

A quarta parte da série de reportagens Lajes Confidencial mostra ainda que a base na Ilha Terceira teve um papel importante nos planos norte-americanos para uma guerra nuclear.

Sobre "Jornal das 8"