Lar do Comércio: relatório diz que direitos humanos dos utentes não foram respeitados

A comissão de direitos humanos da Ordem dos Advogados diz que existiram falhas muito graves no Lar do Comércio em Matosinhos, onde morreram 24 idosos infetados com Covid-19.

Num relatório divulgado esta sexta-feira, a comissão considera ainda que os lesados podem ter direito a indemnizações.

Fonte da instituição diz que a direção está indignada com as conclusões do documento por não corresponderem à verdade.

Sobre "Jornal da Uma"