Legionella: «Mais doentes podem vir a morrer»

O infeciologista Fernando Maltês admite que o número de casos de legionella são próprios de uma epidemia. E, neste caso, numa das maiores de sempre em todo o mundo. Em entrevista no Jornal das 8 da TVI, Fernando Maltês acredita que a fonte da infeção pode ser uma fábrica que esteja a lançar aerossóis contaminados para o exterior. E avisa que mais doentes podem vir a morrer.