Mãe do bebé encontrado no lixo pode ficar em “prisão preventiva”

O jurista Pedro Barosa explica que os alegados crimes praticados pela mãe do recém-nascido encontrado no ecoponto têm todos uma moldura penal superior a cinco anos de prisão. Por esse mesmo motivo, o especialista diz que a arguida pode ficar em prisão preventiva.

Sobre "Notícias"