MAI teve pedido de rescisão de contrato com a Everjets parado três semanas

Documentos que a TVI está a consultar, revelam que o Ministério da Administração Interna manteve na gaveta durante 3 semanas um pedido da Proteção Civil para rescindir o contrato dos helicópteros Kamov com a Everjets. A Proteção Civil alertava para proteger o interesse público, por várias razões: desde os custos associados até à deficiente manutenção. Nos documentos a que a TVI teve acesso, é possível verificar que um dos Kamov realizou um voo, este ano, já sem licença para voar