Mais uma decisão polémica sobre violência doméstica do juiz Neto de Moura

Aliviou a pena de condenado de agredir a mulher durante 30 anos, sendo que, da última vez, os socos foram tantos que perfuraram um tímpano da vítima