Marroquino acusado de recrutar para o Estado Islâmico em Portugal começou a ser julgado

O cidadão marroquino acusado de aliciar pessoas em Portugal para se juntarem ao Estado Islâmico diz estar inocente. No primeiro dia de julgamento, em Lisboa, o alegado terrorista garante que foi incriminado e que a acusação parece um filme de Hollywood.