Marta Temido diz que não se justifica cerca sanitária em Lisboa e Vale do Tejo

A ministra da Saúde rejeitou esta noite a imposição de uma cerca sanitária na Área Metropolitana de Lisboa. Para Marta Temido, esta é uma hipótese que não se justifica, pelo menos para já.

Declarações no final de uma reunião com o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, que revelou que a autarquia está a pensar num modelo de assistência financeira de emergência para quem tenha de ficar em isolamento. Esta proposta inclui um alojamento alternativo para quem não possa estar confinado em casa.

Sobre "25ª Hora"