Material médico roubado em Espanha tinha como destino Portugal


Um empresário galego foi detido na sequência de um assalto a uma empresa de Santiago de Compostela. O suspeito levou dois milhões de máscaras de proteção, luvas cirúrgicas, fatos de proteção e álcool. A imprensa local avança que o material médico roubado terá sido vendido a uma empresa portuguesa, que as autoridades não identificaram, para ser vendido em Portugal.

Sobre "Jornal das 8"