Militares vão integrar patrulhas com polícias em caso de ataque terrorista

Medida é para ser aplicada em caso de ameaça grave à segurança do país, nomeadamente num ataque terrorista. Militares irão obedecer às chefias policiais.