Ministério Público quer mais 6 meses para investigar Rui Pinto

Os procuradores seguem uma suspeita de que o Estado português possa ter sido também atacado com ferramentas informáticas. Pode ter sido violada a correspondência eletrónica do antigo diretor do DCIAP e da ex-Procuradora-geral da República