Moçambique: "Vão nascer muitas crianças na maternidade da Cruz Vermelha"

Francisco George, presidente da Cruz Vermelha, um dos membros da comitiva, à chegada do aeroporto de Figo Maduro, fez um balanço da situação que se vive neste momento em Moçambique e revelou onde vão ser aplicados os fundos doados pelos portugueses. Enalteceu também a importância da maternidade da Cruz Vermelha, num país em que são esperados cerca de 45 mil partos nos próximos meses