Morte à porta de discoteca: arguido diz que não teve intenção de matar

O jovem acusado de matar a tiro outro rapaz em agosto de 2019 à porta de uma discoteca, em Vilamoura, no Algarve, disse hoje em tribunal que não tinha intenção de matar. 
O julgamento começou em Faro e o arguido garantiu que só queria assustar depois de ter sido proibido de entrar pelos seguranças.