Ânimos aqueceram, após o anúncio de notificação, por parte do Executivo, de 14 trabalhadores que não cumpriram os serviços mínimos