Motoristas queixam-se de represálias após a greve. ANTRAM diz desconhecer

A ANTRAM afirma que não tem conhecimento de quaisquer processos disciplinares, relacionados com a greve dos motoristas de matérias perigosas. Uma versão que não convence o sindicato uma vez que um dos grevistas que terá sofrido represálias trabalha na Transportes Paulo Duarte, que pertence ao presidente da ANTRAM.