Mulher que assassinou companheiro à facada na Moita diz ter agido em legítima defesa

Ficou em prisão preventiva a mulher suspeita de assassinar o companheiro à facada na segunda-feira, na Moita, distrito de Setúbal. 

Alegou ser vítima de violência doméstica, confessou o crime e disse ter agido em legítima defesa.

Sobre "Jornal da Uma"