“Não é aceitável que a escola se torne numa extensão do ativismo LGBT”

Nuno Melo, eurodeputado do CDS-PP, considera inaceitável que a disciplina de cidadania seja obrigatória.

O político considera que crianças de nove anos nunca deveriam ser sancionadas porque escolhem “brinquedos de menino ou de menina”.

Não é normal esta doutrina de género”, reiterou.

Sobre "Notícias"