"Não me vou pronunciar sobre a existência de conflitos de interesses nem do paradeiro do processo"

Ana Rita Duarte Campos, vice-presidente do Conselho Geral da Ordem dos Advogados, não quis pronunciar-se sobre o alegado conflito de interesses que envolve Martim Menezes, advogado da IURD, nem sobre o paradeiro do processo. Alega que só o Conselho Regional ou o Conselho Geral se podem pronunciar sobre o tema. 

Sobre "Alexandra Borges"