Nas margens do Douro já só há um estaleiro a construir barcos rabelos

A técnica é ancestral e continua nas mãos da mesma família. E para preservar a arte, já se prepara uma candidatura a património mundial.